biografia / biography

1/3
1/3

O Doomsday Hymn, foi fundado no final de 2013 por Gil Lopes em Curitiba, após algumas conversas com o baterista Jarlisson Jaty, que ajudou a formar o grupo. Para completar o quinteto foram convidados os guitarristas Roney Lopes e Karim Serri, juntamente com Fernando Frogel no baixo, no qual gravaram o primeiro EP autointitulado. O lançamento trazia três pedradas viscerais com excelentes riffs e um peso que se tornaria característico no DDH.

 

Em 2014, a banda mantinha uma agenda de shows dentro dos estados do Paraná e Santa Catarina, enquanto se preparavam para gravar o seu primeiro álbum. Após o primeiro semestre a banda muda de formação com a saída de Roney e Fernando para a entrada de Angelo Torquetto (G) e Allan Pavani (B) após uma breve passagem do baixista Ozeias Rodrigues na qual participou da gravação do EP Live Session lançado através das redes sociais do grupo atingindo a marca de 10 mil visualizações logo na primeira semana.

2015, com o novo time consolidado o Doomsday Hymn, lança o álbum “Mene Tequel Ufarsim” pelo selo americano Rottweiller Records contendo 3 faixas bônus somente para esta versão, enquanto a versão nacional apresentava 10 músicas que elevaram o nível da banda a outro patamar recebendo a nota 9,5 na Roadie Crew, além do prêmio de melhor clipe do ano pela música titulo do álbum, que ainda contou com uma Premiere Internacional promovida pela HM Magazine (EUA). O álbum, esteve presente em todas as listas de melhores do ano alcançando excelentes colocações. O disco ainda recebeu resenhas dos EUA e Europa sempre com notas acima da média.

Ainda em 2015, a banda apresenta a sua “DestrucTour” passando por: Rondônia, Rio Branco no Acre, Peru, Bolívia, Chile, Paraguai, além de São Paulo, Rio de Janeiro e novamente Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Foram 45 dias na estrada e que renderam muitos frutos como entrevistas em rádio, TV e até mesmo jornal impresso com duas páginas inteiramente dedicadas a banda em Arica no Chile.

Após um hiato que durou dois anos, o Doomsday Hymn retornou com nova formação, uma nova proposta musical e um novo conceito visual. Essa nova fase trouxe um som mais moderno, ao mesmo tempo um lado mais abstrato, uma junção de ideias e influências mesclado a um som pesado e em alguns momentos mais comercial.

O time desta vez trazia mudanças no formato, com quatro membros, sendo apenas o vocalista Gil Lopes da formação original. No comando das guitarras, traziam Renato Ribeiro, no baixo João Rafael e na bateria Jairo Messias. Essa formação lançou dois singles e logo um segundo guitarrista foi adicionado ao grupo. Jader Felippe teve sua estreia oficial no Doomsday Fest em Curitiba, promovido pela banda.

Durante a preparação do novo single, os músicos tomam rumos diferentes e o DDH anuncia a volta do baterista original Jarlisson Jaty e do guitarrista Allan Pavani que havia sido baixista no primeiro disco da banda além, de apresentar seu novo baixista, Guilherme Fuse.


Esse é o novo Doomsday Hymn no qual tem em sua mira todos os públicos, aqueles que curtem o som pesado, o vocal gutural, o vocal clean, o som mais técnico e também aqueles que curtem o mosh e o circle pit.

“ESTE NÃO É O FIM!”

Membros / Members

vocals

GIL LOPES

32 Anos
Começou a cantar aos 4 anos de idades, já cantou de música sertanejo até música clássica. Foi vocalista das bandas: Delohim, Menahem e participou de vários outros projetos como: Power Praise, Vox Heaven entre outras participações. Foi aluno do renomado Mario Pastore e após vários estudos especializados em técnica vocal, se tornou professor de canto e leciona técnicas vocais há 8 anos.

Hobbies: Futebol, Viajar, Design e gerenciamento de bandas o que já se tornou trabalho.

Influências: Ryan Clark, Mattie Montgomery, Matt Heafy,  Howard Jones, Andi Deris, André Matos e Freddie Mercury.

guitar

JADER FELIPPE

27 anos

Iniciou na música aos 6 anos tocando bateria na igreja, aos 10 anos fez aulas de violão, logo descobriu a guitarra e com ela o Rock n´ Roll. A partir dai começou a estudar sozinho com auxilio de Guitar Pro e vídeo aulas para aprimorar as técnicas. Após muitos treinos começou a tocar em bandas da cidade de Curitiba passando por bandas como: Will Matheus, Fight Or Die, Grito de Soltura e Cwknot (Slipknot Cover).
 

Hobbies: Skate, Vídeo Games, Maratona de Séries e filmes.

Influências: Adrian Smith, Dave Murray, John Petrucci, Steve Vai, Zack Wylde, Kiko Loureiro, Edu Ardanuy, Juninho Afram.

guitar

ALLAN PAVANI

27 anos
Músico desde os 10 anos. Como a grande maioria, começou sua jornada musical na igreja aos 12. Seu gosto por rock e metal sempre esteve presente, mas somente aos 20 entrou para sua primeira banda, Hawthorn, e desde então desenvolveu muito amor pelo palco e pelo público. 
Participou de projetos como os tributos aos clássicos Mortification, Stryper, e também atuou como sideman nas bandas Maestah, Khalisys e Efrata. Hoje é também professor particular de música.

Hobbies: Foto e vídeo, produção de áudio, Influencias:

Influências: Joe Satriani, Richie Sambora, Doug Aldrich

bass

GUILHERME FUSE

35 Anos
Começou na música aos 12 anos fazendo aulas de violão na igreja do bairro, mas com 15 anos decidiu mudar para o contrabaixo. Foi baixista da banda de power metal Desert Eagle e de diversos outros trabalhos (Pink Floyd, Beatles, Iron Maiden e Creed covers). Estudou no IB&T (na renomada escola EM&T) com os mestres Fabio Zaganin e Cláudio Machado. Fez aulas particulares com Biek Yohaitus (Hevilan), Leandro Moraes e Hemerson Vieira (blues e jazz).

Hobbies: Futebol (tricolor!), NFL, violão e guitarra, viajar e assistir séries e filmes.

Influências: Steve Harris, Geezer Butler, Billy Sheehan, Steve DiGiorgio, Felipe Andreoli, Thomas Miller, Flea e Markus Grosskopf.

drums

JARLISSON JATY

32 anos 

Deu seus primeiros passos na música aos 15 anos quando começou a ter aulas de violão, mas só conheceu a bateria aos 17.
Desde então já integrou vários projetos, sendo os de mais destaque (Survive e Doomsday Hymn). Fez participações também nas bandas Stauros, Power Praise, Honra Hardcore e Vox Heaven.
Teve aulas de bateria com o renomado Aquiles Priester (Hangar/Angra/Edu Falaschi), que foi sua principal influência na adolescência.

Influências:

Influências: Deen Castronovo, Dave Weckl, Matt Halpern, Aquiles Priester, Vinnie Paul e Tomas Haake.

@jarlisson_jaty

CONTATO / GET IN TOUCH:

+55 41  8475-5615

doomsdayhymn@gmail.com

Curitiba - PR, Brazil

© 2019 by Idd Artes - All Rights Reserved for Doomsday Hymn